Acabamento das fivelas em aço inoxidável

Para a indústria da moda e do luxo

A EMPRESA

O cliente é uma conceituada empresa italiana de moda de luxo, presente há décadas no mercado global e sendo um player de referência mundial. Para melhorar a qualidade e a eficiência no acabamento da superfície das fivelas de aço inoxidável, o cliente esforça-se por realizar os seus processos de polimento da forma mais rápida e económica.

O PROBLEMA

Devido ao facto de o aço inoxidável ser um material duro, o polimento de fivelas feitas deste material era um processo altamente exigente. O antigo processo de acabamento de superfícies utilizado pelo cliente era o tombamento (também conhecido como rumbling), que consistia em quatro etapas diferentes: lixamento, alisamento, polimento e brilho. Além disso, houve um toque manual final. Embora o objetivo do tombamento fosse obter uma superfície brilhante e plana nas fivelas, sem falhas, os resultados não eram consistentes e estavam ligados às competências dos polidores, como a maioria das outras operações manuais.

O cliente relatou outras desvantagens relacionadas ao sistema de polimento mencionado acima. Deu muito trabalho e alguns dos produtos abrasivos utilizados ficaram embutidos (como acontece com outros métodos de polimento mecânico); o aço inoxidável sofreu arranhões e restos de metal. Por outro lado, a resistência da superfície foi severamente enfraquecida, e as fivelas também eram mais propensas à corrosão, uma vez que os contaminantes da superfície que permaneceram após o processo de tombamento impediram a formação de uma camada de óxido resistente à corrosão. Além disso, os métodos de polimento atuais são intensivos em energia e recursos e geram grandes quantidades de resíduos. Como um dos objetivos das empresas de luxo é produzir produtos mais sustentáveis, a pegada de carbono e os resíduos gerados durante todo o ciclo de vida do produto são características fundamentais para os clientes.

O OBJETIVO

A empresa procurava uma solução para automatizar os seus processos de polimento manual, com o objetivo de aumentar a produtividade e alcançar a mais elevada qualidade para as suas fivelas de aço inoxidável utilizadas em cintos e acessórios de moda. Além disso, a empresa tencionava localizar a produção na Europa para reduzir a sua dependência da produção asiática e minimizar o impacto ambiental do transporte.

Outro objetivo crítico para a empresa era reduzir os resíduos e a pegada de CO2 da produção, ao mesmo tempo que dava prioridade à melhoria da saúde dos trabalhadores. Para conseguir uma vida útil mais longa para as suas peças metálicas, o cliente precisava de melhorar o processo de polimento. O objetivo principal do polimento era melhorar a qualidade da superfície das fivelas polidas.

A SOLUÇÃO

A GPAINNOVA conseguiu atingir as especificações técnicas da superfície, minimizando o tempo e o custo do processo. Estas especificações implicam a obtenção de um brilho polido na superfície das fivelas, mantendo a sua geometria original.

Graças à DLyte, o cliente pôde substituir o seu anterior sistema de quatro etapas, que incluía uma estação de polimento manual de cerâmica, uma estação de polimento manual de plástico, uma estação de polimento de casca de noz e um polimento manual final. A nova solução consiste agora em apenas duas etapas: um pré-tratamento abrasivo e um processo automatizado de acabamento de superfícies.

A DLyte permite poupanças significativas de tempo e de custos. Com base num tempo de processamento de 60 minutos e num tempo total estimado de 4 minutos para carregar e descarregar os suportes, o novo tempo total de processamento ascende a 64 minutos por lote de 360 fivelas. Com dois turnos por dia, a produção diária atinge 5.400 fivelas. Ao longo de 250 dias de trabalho num ano, a produção anual é de 1.350.000 unidades.

    Está interessado em saber sobre o aumento da produção, a comparação dos custos por peça anteriores e atuais ou como o DLyte pode impulsionar o seu negócio? Descarregue agora o nosso estudo de caso gratuito!

    22_procés
    22_SS buckles

    BENEFÍCIOS TÉCNICOS

    01. Preservação da geometria e as tolerâncias e resultados homogéneos em toda a peça
    02. Resultados estáveis entre diferentes lotes na vida útil do eletrólito
    03. Vida útil mais longa para as peças tratadas
    04. Logo, nome o sinais preservados
    05. As superfícies tratadas estão prontas para o processo galvânico

    BENEFÍCIOS OPERACIONAIS

    01. Impacto reduzido
    02. Redução de tempo e custos
    03. Exposição dos trabalhadores durante o processo e manutenção
    04. Manuseamento e armazenamento do eletrólito
    05. Não há necessidade de processos de várias etapas
    06. Fácil gestão de resíduos

      Pronto para impulsionar o seu negócio? Contacte-nos para obter a solução ideal através das nossas máquinas, tecnologias e parcerias.

      Mantenha-se atualizado com as últimas inovações no mundo do acabamento de superfícies metálicas, subscrevendo a nossa newsletter.